Angrboda em God of War: existem gigantes negros?

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Angrboda Negra?

Sim… Temos uma Angrboda (ou Angurboda) negra no novo God of War: Ragnarök. Ela fez uma pequena aparição, a primeira, no final do trailer de revelação do jogo, causando certo espanto nos gamers. Não por ser uma personagem nova, mas por ter a pele negra. Isso causou revolta, levando alguns fãs da saga – não todos, não podemos generalizar – até o Twitter de Laya de Leon Hayes, para xingá-la. Para falar mal da cor da pele dessa atriz, que fez o papel de Angrboda, com a argumentação de que “não existem gigantes negros na mitologia nórdica…”. Mas veremos que podem existir, sim.

Geralmente, quando falamos dos gigantes – também conhecidos como jötuns na mitologia nórdica – , vemos seres brancos, ou com a pele azul. É o caso de Assassin’s Creed Valhalla, por exemplo, além, é claro, dos quadrinhos e filmes do Poderoso Thor. Essa é a imagem que temos dos gigantes em nossas cabeças. É aceitável um estranhamento por parte de alguns fãs ao verem uma Angrboda negra, mas daí a xingar a atriz, ou xingar o diretor do game… Isso está errado. Uma coisa é não concordar. Agora, ir à página dos criadores e artistas envolvidos para fazer comentários racistas… Isso é cruel.

A cor da pele dos gigantes

A mídia tem a total liberdade de criar personagens mitológicos da forma como bem entende, pois eles não são reais. São criações dos antigos nórdicos, que cultuavam esses seres como religião. Mas, com a chegada do cristianismo nos países nórdicos, a antiga religião logo veio abaixo, virando uma mitologia tempos mais tarde. Agora sabemos disso, que os seres nórdicos não passam de criações do imaginário religioso, hoje em dia muito popular. A nossa fonte mais próxima da “verdadeira” mitologia nórdica se encontra nos Eddas (em poema e prosa). Esse conjunto de manuscritos conta minuciosamente os vários feitos dos deuses e suas histórias, bem como suas características e seus vários nomes poéticos.

O Capítulo 10 do Edda em Prosa, “A Chegada de Dia e de Noite”, é um texto descritivo que narra uma história de origem, conforme diz o título. Nele, vemos um relato muito importante que mostra como os gigantes podem, sim, ser negros. Veja:

Nörfi ou Narfi é o nome de um gigante que morava em Jötunheim: ele teve uma filha chamada Noite, ou Nótt, ela era morena e escura, como era comum de sua raça”.

Nos trechos “morena e escura” e “comum de sua raça”, vemos que os gigantes como Angrboda, em geral são escuros, ou seja, muitos têm a pele negra. Não sou eu quem diz isso, mas uma fonte histórica, o Edda em Prosa, escrito pelo historiador islandês Snorri Sturluson.

Agora temos a comprovação (quase exata, pois os mitos podem ter várias versões e interpretações, assim como a História), que a Angrboda de God of War pode, sim, ser negra! Isso quebra uma série de comentários racistas que nunca vêm para nos fazer evoluir, mas para nos destruir.

Angrboda na Mitologia Nórdica

Como Angrboda deve ser nomeada? Nos mitos, era a Primeira Esposa de Loki, a Mãe de Monstros – como vimos em AC: Valhalla –, a Guardiã de Jarnved, ou Floresta de Ferro, a Deusa do Medo…

Angrboda é um personagem único, com um papel igualmente único na mitologia nórdica. Ao lado de Loki, é a geradora do Lobo Fenrir, da Serpente do Mundo Jörmungandr e da Deusa dos Mortos Hel. Além deles, há rumores de que seria a mãe dos próprios filhos de Fenrir, os lobos Sköll e Hati, os arautos do dia e da noite.

Ao Leste habita a velha bruxa

 Na Floresta de Ferro,

 E lá ela deu a luz

 À Prole de Fenrir;

 De lá virá um,

 O pior de todos,

 O devorador de Lua

 Na forma de um troll.

~

Ele se alimenta com a carne

De homens mortos.

O assento dos deuses

Ele mancha com sangue vermelho;

A luz do Sol tornar-se negra

Nos verões seguintes,

O clima ficará instável.

Já sabe disso ou não?

As fontes que temos sobre Angrboda são poucas e misteriosas. Por isso, não sabemos muito sobre esse ser tão intrigante, mas as fontes que temos deixam abertas algumas teorias sobre essa personagem.

Dizem alguns mitos que foi morta por Odin, pois o deus temia os filhos gerados por ela. Em seguida, Loki pega o coração dela para si, alimentando-se dele, dessa forma engravidando e dando origem aos seus três filhos, Fenrir, Jörmungandr e Hel.

Angrboda em God of War

Por enquanto, não temos muito o que falar dela em God of War. Sua primeira aparição se deu no trailer de setembro de 2021, e nada mais. A única menção à personagem no jogo anterior ocorre na cena do mural dos gigantes, na qual ela alimenta Jörmungandr enquanto vários lobos chegam ao seu redor.

No game, assim como Atreus, Angrboda é uma adolescente, uma criança por assim dizer. Não sabemos se ela terá um par romântico com Atreus, embora isso seja bem possível, uma vez que o menino é o Loki em God of War e, na mitologia nórdica, ele tem um par romântico com Angrboda.

Além disso, sabemos que Jörmungandr veio do futuro no game. De acordo com os mitos, assim como dizem os murais dos gigantes, Angrboda é a sua mãe e sabemos que o seu pai é Loki, o Atreus da outra linha temporal.

Essas tramas de viagem no tempo são bem complexas. Não sabemos como os criadores de God of War vão usar isso a seu favor. Em relação a Angrboda, a princípio, podemos só teorizar a respeito de seu papel em Ragnarök.

O que vocês acham? Deixem suas teorias nos comentários!

Referências

Edda em Prosa.

God of War (2018).

Mais de João Gabriel Amaro

A Mitologia Nórdica na cultura pop

João Gabriel Amaro

João Gabriel Amaro

João Gabriel é aluno da Escola Estadual Nyrce Villa Verde Coelho de Magalhães, em Juiz de Fora - MG. Seu interesse pela mitologia nórdica começou em 2016, com o lançamento do primeiro trailer de God of War.
João Gabriel Amaro

João Gabriel Amaro

João Gabriel é aluno da Escola Estadual Nyrce Villa Verde Coelho de Magalhães, em Juiz de Fora - MG. Seu interesse pela mitologia nórdica começou em 2016, com o lançamento do primeiro trailer de God of War.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relacionado